Breaking News
Home / Glossário dos termos Astrológicos

Glossário dos termos Astrológicos

Absoluto

Um termo para designar Deus, como entidade criadora do universo. Estado de unidade cósmica.

Afrodite

Deusa grega, que representa o Amor e a beleza. Afrodite significa ‘nascida da espuma’. Vénus era o seu nome na mitologia romana.

Alquimia

Trabalho químico praticado na Idade Média pelos Árabes e depois pelos ocidentais, que procurava obter, principalmente, pela transmutação dos elementos, o ouro, a panaceia e a pedra filosofal (símbolo do conhecimento). A verdadeira alquimia, no entanto, reporta-se à transmutação dos nossos próprios elementos fazendo-nos chegar ao interior, ao encontro connosco próprios, com o nosso verdadeiro Eu, ou Alma, momento em que se atinge a sabedoria. Foram estas experiências alquímicas feitas na Idade Média que deram origem à atual química.

Anima

Alma, é o ponto de ligação intermédio entre a Mónada (Espírito) e a Personalidade (corpo). A Alma é o resultado da interação entre o Espírito e a matéria. É ela que dá a forma e se expressa nessa forma. Alma significa Luz. As três características da Alma são: Vontade Espiritual, Amor-Sabedoria, Mente Abstrata (Inteligência Ativa). A Alma também é chamada de Luz, Princípio Crístico, Ego (Eu Superior), Anjo Solar….

Anima Mundi

A Alma do Mundo. Junto a cada átomo físico denso (homem, planta, animal), existe um átomo físico etérico. O átomo etérico dá origem ao átomo físico, ele é, assim, a Alma do átomo físico. O conjunto dos átomos etéricos é a Alma do conjunto dos átomos físicos (há vários tipos de átomos etéricos). Os átomos etéricos estão interligados entre si, é o corpo etérico que une, que age coesamente, que mantém coeso o corpo humano. Estes dois corpos (o físico denso e o etérico) não se podem separar. Assim, estamos todos ligados, o corpo etérico do planeta, de uma estrela, do homem, da planta, tudo são partes de uma substância etérica UNA, o Corpo Etérico do Universo.

Arcano

Segredo profundo, mistério, enigma. Chama-se Arcano a cada uma das 78 cartas (ou lâminas) do Tarot.

Arco-íris

Seja qual for a cultura, o arco-íris é sempre considerado o caminho e mediação entre a terra e o céu. É a ponte de que se servem deuses e heróis para fazer a ligação entre um outro mundo e o nosso.

Arquétipo

Modelo, paradigma, protótipo. O tipo ideal e supremo de que as coisas sensíveis são cópias. O psicólogo suíço Carl Jung, afirmava que os arquétipos eram os conteúdos do inconsciente coletivo, ou seja, as imagens e símbolos ancestrais, presentes nas mitologias, lendas, tradições e que são modelos endógenos de formas de conduta e das nossas produções imaginativas.

Buda

Chefe religioso, fundador do Budismo, que ensinou que a iluminação é alcançada através da meditação, do desapego e despojamento totais.

Cabala

Sistema cosmogónico esotérico judaico que absorveu alguns aspetos do Cristianismo e do Islamismo nos sécs. XIV e XVI. É um diagrama que ilustra a relação entre o céu e a terra, entre Deus e o homem. A este diagrama chama-se ‘A Árvore da Vida’ ou ‘Árvore cabalística’ que representa o caminhar humano, a sua origem e o seu destino. É um sistema que pode ser relacionado com tudo o que diga respeito ao ser humano e relaciona-se, também, não só com a Astrologia e o Tarot, como com outras ciências esotéricas.

Carl Jung

Psicólogo suíço, discípulo de Freud, que estudou profundamente a relação entre o inconsciente coletivo e o consciente individual baseando-se, para isso, nos arquétipos desse mesmo inconsciente coletivo. Criou a psicologia analítica e estudou e aplicou no seu trabalho quotidiano os Arcanos do Tarot.

Chacra

Em sânscrito significa Roda. As chacras sãos vórtices de energia, por onde circula toda a energia de vida. No corpo humano existem cerca de 800 chacras de diversas dimensões, alguns muito pequenos. Situam-se não no corpo físico, mas sim no corpo físico etérico, sendo os sete principais os sete chacras alojados ao longo da coluna vertebral: chacra raiz, chacra sagrado, plexo solar, chacra cardíaco, chacra laríngeo, chacra frontal (3ª visão) e chacra coronário.

Dharma

Em sânscrito, significa caminho. Se o Karma é a ação, o resultado das ações passadas e presentes, o Dharma indica o caminho, aquilo que já se percorreu…

Discernimento

Capacidade de discernir, de ver distintamente, de medir, de avaliar. Nascemos com discernimento. Deus deu-nos discernimento e devemos usá-lo. O discernimento é uma qualidade da Alma, é ele que nos indica o caminho.

Esfinge

A esfinge é uma figura simbólica, normalmente representada por um corpo de leão com cabeça humana. Simboliza a sabedoria, o governante e o enigmático. A esfinge grega era um monstro feminino que devorava quem por ela passasse e não soubesse decifrar o seu enigma. É uma figura simbólica e popular nascida no Egipto e na Babilónia.

Hermes

Deus grego, mensageiro dos deuses. O equivalente a Mercúrio, deus dos romanos. Simboliza a comunicação, a inteligência industriosa e realizadora, o comércio, os negócios e a cura.

Hexagrama

Figuras compostas por seis traços, contínuos ou descontínuos, que representam um tao, um princípio universal que rege a ordem. O I Ching, ou Livro das Mutações compõe-se de 64 hexagramas. Cada hexagrama é composto de dois trigramas.

Holístico

Que inclui o todo, globalizante. Que diz respeito ao todo, que visa o ser humano, ou qualquer ser vivo, em todas as suas dimensões, em todos os seus níveis e não dissociado do Todo (universo) de que faz parte. (do grego hólos, “todo”, “inteiro”.

I Ching

Ou Livro das Mutações é um método divinatório chinês composto há mais de 3.000 anos sob a tutela de um sábio taoista. Seis séculos mais tarde, o livro foi analisado e anotado por Confúcio, dando origem ao formato clássico conhecido e utilizado nos nossos dias. Atribuem-se a Confúcio as seguintes instruções: “A mudança tem um limite absoluto: isto produz dois modos; os dois modos produzem quatro formas, as quatro formas produzem oito trigramas; os oito trigramas determinam sorte ou azar.”

Íris

Deusa grega, mensageira dos deuses, em particular de Zeus e Hera. É a correspondente de Hermes. Íris é uma flor da Primavera e no Japão conferem-lhe um papel purificador e protetor.

Ísis

Deusa egípcia, irmã e esposa de Osíris. Encarna o princípio feminino, fonte mágica de toda a fecundidade e de toda a transformação. Mãe de Hórus. A sua coroa tem a forma de um trono, o que sugere que originalmente ela personificava o trono dos faraós.

Karma

Karma em sânscrito significa ação. É o resultado de todas as nossas ações, passadas e presentes e tanto pode ser negativo, como positivo. Todos possuímos uma carga cármica negativa, bem como uma carga cármica positiva.

Macrocosmos

Conjunto dos corpos que constituem o universo.

Mantra

Palavra ou som que se entoa ou canta repetidas vezes, com um fim preciso. Os mantras são sons mágicos de proteção, cura e libertação. Cantar ou entoar determinados mantras pode ajudar a curar o corpo, acalmar a agitação mental, abrir o nosso coração e tocar a alma. No Hinduísmo e no Budismo, a fórmula ritual sonora é dada pelo Mestre ao discípulo e a sua recitação tem o poder de pôr em ação a influência espiritual que lhe corresponde. Os mantras permitem-nos entrar no jogo de vibrações que constituem o Universo e participar na direção da energia despoletada por cada um dos mantras. Isto significa que o símbolo adquire aqui a força de um sacramento de comunhão com o cosmos. Uma oração, se recitada de uma certa forma e com fé, é um mantra, provoca a descida de uma determinada energia.

Microcosmos

Pequeno mundo; mundo do infinitamente pequeno; resumo ou miniatura do Universo; todo o conjunto que constitui uma unidade orgânica.

Mónada

A unidade mais próxima e aproximada do Espírito, da essência divina.

Numerologia

A ciência dos números. Todos os números possuem vibrações, tanto qualitativas como quantitativas. Estas vibrações influenciam a nossa personalidade e a nossa vida. A numerologia é mais uma das abordagens filosófica e parapsicologia que volta a situar o homem no universo. Para Platão era o mais alto grau de conhecimento. Para Pitágoras é a essência da harmonia cósmica. Para os Chineses é a chave da harmonia entre o macrocosmos e o microcosmos.

Om

Monossílabo sagrado que significa ‘o som eterno’, ‘o som da criação’. É considerado o mais poderoso de todos os sons divinos, de todos os mantras, no qual coexistem o passado, o presente e o futuro.

Pitágoras

Filósofo e matemático grego do séc. VI a. C..

Plano Astral

Plano astral ou emocional. Campo energético que envolve o corpo físico denso e o corpo físico etérico e onde se ‘alojam’ todas as energias relativas às emoções.

Platão

Filósofo grego do séc. V a. C..

Registos Akashicos

Onde se encontram registados todos os passos da humanidade.

Shiva

Um dos três aspetos da divindade, representado no Hinduísmo como um deus da montanha, que significa auspicioso, é o deus da destruição. Mas, num mundo em que tudo sofre transformações e renascimentos, é preciso entender que a destruição precede a criação.

Sincronicidade

Uma das leis que rege o universo e segundo a qual cada um atrai em cada momento aquilo que está em correspondência direta com o seu nível de consciência. A sincronicidade é o princípio que liga os níveis do corpo e da alma entre si. Assim, não há acasos.

Taoísmo

Tao é uma palavra chinesa que significa via, caminho. É um princípio de ordem, regulador da sua própria alternância. O Taoísmo é uma doutrina filosófica determinada que nos ensina a interação harmoniosa com a natureza, o universo, tudo o que é vivo.

Tarot

Arte divinatória da qual se desconhece a verdadeira origem, jogo de cartas composto de 78 cartas, 56 Arcanos Menores e 22 Arcanos Maiores, ricas em simbolismo diverso.

Tora

Livro sagrado dos judeus.

Tradição

Conjunto de notícias ou factos transmitidos oralmente ou por testemunho, que livros sucessivamente publicados confirmam; no sentido católico, a tradição oral, independente da Sagrada Escritura, vinda diretamente do Cristo ou por intermédio dos Apóstolos, e considerada como fonte de revelação divina e, como tal, tida como transmissora da verdade.

Yin e Yang

Símbolo chinês que representa os dois princípios opostos, mas complementares que estão na base de toda a dinâmica de vida. Para haver uma relação dinâmica, constante é necessário haver dois polos contrários. Assim, o Yin representa a energia feminina, recetiva, passiva, o escuro ( a Lua, a noite, etc.) e a energia Yang representa o masculino, ativo, positivo, luminoso, branco (o Sol, o dia, etc…). A maior parte das culturas consideram que o mundo é composto sempre de dualidades contrárias: dia/noite; vida/morte; luz/trevas, masculino/femininas, céu/inferno, branco/negro, etc…